Herman amaciando a moto nova

Herman amaciando a moto nova

24/10/2011

Ontem fomos eu e Herman num bate e volta até o KM52 de Formosa. Herman precisando amaciar a motoca nova e eu fui acompanhar. Depois de um fim de semana gelado e nublado, eis que o dia abriu após o almoço. Herman animou de rodar com a moto e eu estava à toa mesmo, então decidimos arriscar o KM52, apesar da hora do rush.
Saímos da quadra do Herman, paramos no semáforo pra atravessar a W3 para irmos ali pelo autódromo e pegar a EPIA. No semáforo, aqueles “clowns” com malabares, resolve brincar na minha moto, “quicando” o malabar no pneu da frente. É cada uma, ainda queria que eu não fizesse cara feia. Se ele soubesse o quanto eu odeio esses clowns… Deixei pra lá.
Pegamos trânsito pesado saindo do balão do Torto, tudo parado, entramos no corredor. Herman puxando e ainda aprendendo as distâncias dos retrovisores da moto nova. E a fila de motoboy formando atrás. Certa hora, ficou um motoboy entre eu e o Herman. O trânsito da fila a esquerda parou de repente e um carro não parou a tempo, fez uma manobra arricasda, jogando o carro para a direita. Herman conseguiu parar a tempo, ficou aquele microssegundo de tensão: Fudeu, o motoboy não vai conseguir frear. Num passe de mágica, o cabra já estava lá do outro lado da pista… Vai saber… hahahahahaha
Seguimos com trânsito pesado (melhorando) até Sobradinho. Um pouco depois uma Pajero louca ficou provocando, querendo passar, forçando em cima de outra moto menor que estava próxima. A gente fez sinal de negativo com a cabeça, aí o cara ficou piscando seta, farol, nos seguiu um pouco, só tem maluco. Depois o bicho deve ter enjoado e saiu correndo, forçando passagem nos outros carros.
Beleza, passamos da entrada de Planaltina, pista dupla nova, pouco trânsito, porém já tinha anoitecido. Aí que o trem ficou bom, nunca levei tanto bicho na viseira e etc. Vai se lascar, era bicho pra burro. Por certos momento ainda pensava: mas que idéia de jerico… pqp. Mas já nos aproximando da placa, já vieram outros pensamentos a mente: devia ter trazido um charutão e a garrafinha com Jack…
Bom, quem sabe outra vez, quando não for primavera, cheio de insetos… Tiradas as fotos, voltamos tranquilamente, sem transito. Só a pista da volta um pouco ruim. Peguei um buraco, nada demais, Herman no novo trator passou em outro e nem sentiu. Paramos no Pipous, tomamos umas geladas e daí cada um pro seu canto.
Bóra animar cambada! Não sou tarado que nem o Bressan, mas esses pequenos passeios aí são bem legais! Olha o tanto que deu pra escrever!! Vejam as fotos lá no álbum do KM52!
Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *