Bate&Volta a Barra do Garças

Bate&Volta a Barra do Garças

       Dia 29/04/12 eu e Lilian partimos para Barra do Garças, fronteira de MT com GO. A região é muito bonita, já estava na lista para conhecer, e aproveitamos a oportunidade. O roteiro por qualquer mapa seria simplesmente pegar a BR-070 a partir de Brasília, entretanto a BR-070 quando contorna a Serra de Pirineus, NON ECZISTE! Ou melhor, é só terra Escolhemos seguir até Pirenópolis pela rota alternativa que já virou comum: Via BR-060 e Abadiânia. De Pirenópolis pra frente, seria "terra desconhecida" e aí que a aventura começa! Na saída da cidade pelo menos tem uma indicação de caminho. Esperava pegar a BR-070 em Piri, mas peguei uma outra estrada, que quase nem aparece no mapa, e fomos parar em Radiolândia. Seguimos então um pequeno trecho de 30Km da BR-153, onde esperávamos um grande movimento de caminhões e velocidade média lenta. Foi isso que encontramos, com o agravante da pista da direita estar totalmente oleosa, molhada mesmo. Mas sem cheiro de diesel! No posto descobrimos que era óleo vegetal, que vazou de um caminhão.

       Novamente tentando pegar a BR-070, no entroncamento com a BR-153, acabamos passando direto. Deve ser um entroncamento bem tímido, porque não vimos nada diferente na estrada. Acabamos chegando em Jaraguá, atravessando a cidade, e pra não voltar depois da descoberta que tínhamos passado do ponto, resolvemos seguir adiante e ver o que aparecia pela frente. A estrada para Itaguarú tem sua beleza, mas o asfalto está ruim, com muito remendo e ondulação. Sem acostamento e o mato com dois metros de altura. Após Itaguarú, o desafio… 20km de estrada sendo re-asfaltada. Pegamos o processo em todas as fases: terra, piche, brita, asfalto. Pense numa moto suja! Novamente a falta de sinalização nos fez perder a BR-070 de novo. Paramos em um posto e já tínhamos passado 30Km do ponto. Mas 10Km à frente tinha outro acesso, e seguimos adiante. O pessoal do posto muito atencioso, diga-se de passagem. Finalmente chegamos à BR-070, onde pegamos trechos bons e ruins alternadamente até Barra do Garças.

       A chegada é em Aragarças, do lado goiano. No posto todos recomendaram ir pro lado matogrossense! Então tá! Em Barra, passamos pelo tal "Porto do Baé", cheião no domingo à noite, pegamos o primeiro hotel que vimos pela frente e ainda voltamos (a pé) pra bebemorar. No dia seguinte, fizemos o passeio pela região, visitando a cachoeira da Usina, o Parque das Águas Quentes e a praia do Rio Araguaia. Não chegamos a conhecer o mirante e o "discoporto". Mas conhecemos a polícia de Barra do Garças, cumprindo corretamente seu dever! eheheh

       A região é muito bonita, vale a pena ficar uns dois ou três dias pra conhecer melhor, fazendo alguma aventura pelo interior, e também um passeio de pesca. Na volta, optamos por seguir outra estrada. O que passou já conhecemos, o lance é estrada desconhecida. Seguimos para Piranhas, e de lá pela informação do pessoal, pegamos a GO-060. Uma boa estrada, bonita, e recapeando no pior trecho. O problema é que no trecho já recapeado, talvez um pouco antigo, já existem panelas gigantes prontas para derrubar você da moto! Atenção total! Deixe um carro ir na frente mostrando a buraqueira.

       Passamos por Goiânia, e o trânsito sempre pesado. Acabei entrando na cidade, e pra sair só com ajuda… uma motogirl estava indo pro mesmo caminho nosso e nos guiou de volta à BR-153/BR-060. Dali pra Brasília estamos em casa, chegando bem no início da noite. E sem uma gota de chuva!

Rota percorrida:
Clique Aqui para ver o MAPA

Clicar em PREVIOUS para ver as fotos na sequência.
http://s165.photobucket.com/albums/u52/fbressan/viagens/?action=view&current=IMG_2516.jpg

Para quem for ao evento de Barra do Garças no inicio de junho:

BR-070:
– a partir de Itaberaí até Aragarças está ok, com alguns trechos curtos remendados/ondulados.
– entre Itaberaí e Jaraguá, alguns trechos em recuperação
– entre Jaraguá e Brasília, cuidado! A estrada é de terra, apesar dos mapas indicarem "asfalto". Dá pra ir até Pirenópolis pelos caminhos "normais" (Aguas Lindas/Cocalzinho OU Abadiânia) e de lá seguir para Jaraguá.

GO-060:
– Rodovia recuperada entre Goiânia e Iporá, mas com buracos esparsos. Atenção porque é daqueles que acabam com a viagem!
– Entre Iporá e Piranhas, recuperada até Arenópolis. Até junho deve estar recuperada completa, mas é bom ir com atenção.

BR-158:
– trecho entre Piranhas e Aragarças: bom, mas com buracos esparsos. Cuidado ao seguir caminhões antes da ultrapassagem.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *