Amazônia 2016 – Décimo Quinto Dia

Amazônia 2016 – Décimo Quinto Dia

Sol apareceu e a gente já estava esperando com um chimarrão. Aguardamos até as 9h pra estrada melhorar e partimos do sítio. O atoleiro era bem longo, e muitos carros e caminhões ainda estavam atolados.
Alguns derraparam pra fora da estrada, e vimos dois caminhões tombados. Não se pode brincar na 319! Abastecemos na Vila Realidade e prosseguimos. Entramos no “meião”, onde não tem nada além de floresta e estrada. Alterna piso bom e ruim, devido às chuvas. É época seca, mas uma aguinha sempre cai. Visitamos os Catarinos, para um rápido oi e prosa. 60km depois a estrada melhorou de um tanto que chegamos a 90km/h. Sem poeira, mas algumas escorregadas. As pontes todas recuperadas, ou com desvios. Passamos pelo acesso de Manicoré sem parar. Estamos muito atrasados. Sol baixando e a expectativa de dormir em uma torre da Embratel ia aumentando. Mas uma nova pousadinha rústica perto de uma das torres no Km300 nos deu uma opção boa. Muita prosa com os donos e outros clientes.

Compartilhe!

2 Responses »

  1. Olá Pessoal, tudo certo? vou pegar de Porto Velho a Humaitá pela Br 319 e gostaria de saber como está esse pedaço…. é terra ou asfalto? está transitável? …. vou de julho até setembro de moto…. obrigado

    • Diego, de Porto Velho a Humaitá são 200Km de asfalto perfeito. Fiz um mapa da 319, tá aqui no site também. Veja 319 no campo de pesquisa ali do lado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *