Dicas para BR-319

Dicas para BR-319

DICAS PARA A BR-319 – A RODOVIA FANTASMA

Dia 13/08/16 um integrante do El Bando Moto Grupo partirá de Brasília para fazer a BR-319. A viagem vai ser reportada aqui no site www.elbando.com.br e também no facebook www.fb.com/amazonia2016 e instagram. Estamos acompanhando as informações da estrada e compartilhamos abaixo o que temos.

A BR-319 tem sido recuperada gradativamente nos últimos anos, pelo DNIT/AM. Mas na época das chuvas ainda é uma das maiores aventuras off-road do Brasil. Os 200Km para o sul, a partir de Manaus, estão asfaltados e com suas pontes já em concreto. A partir daí, o trecho de terra chamado “meião”, com 450 Km de pista estreita, selva invadindo, buracos, atoleiros, onças e pontes velhas decadentes, mostra sua força até chegar em Humaitá. A partir de Humaitá, até Porto Velho, é uma rodovia asfaltada muito boa, totalizando 880Km entre Manaus e Porto Velho.

Ainda vai levar muitos anos para estabilizar o trecho, e o asfaltamento é um sonho distante. A população local PRECISA desta rodovia, Manaus é uma capital praticamente isolada por terra, o que encarece tudo. Por outro lado há o medo da ocupação desordenada e desmatamento da floresta em torno da rodovia, coisa que ocorreu na Transamazônica (BR-230). O desafio para nossa sociedade é grande.

PONTOS DE ATENÇÃO:
Combustível: existe posto de gasolina somente em Humaitá, Vila Realidade e a partir de Careiro-Castanho. Pode ter gasolina na Vila Igapó-açu e na Vila Tupanã, vendida de forma avulsa, mas pode faltar também. O trecho entre postos de gasolina oficiais é de 476Km.
Pontes de madeira: as que foram restauradas aguentam 22 toneladas de peso bruto, então se for com caminhão, respeite esse limite. As pontes velhas estão podres e caindo até com moto passando por cima, cuidado. Na dúvida, vá pelo desvio.

PERIODO DE SECA: JULHO/AGOSTO/SETEMBRO

A travessia da BR-319 no período de seca ATUALMENTE está muito boa. Tanto que há linhas regulares de ônibus entre as cidades de Manaus, Manicoré, Humaitá, Porto Velho. A estrada fica bem poeirenta, visibilidade muito prejudicada quando há passagem de outro veículo, e o risco de colisões é elevado. Mesmo na época seca, pode ocorrer pancadas de chuva, mas é difícil de formar atoleiros. A travessia normalmente dura um dia, se não tiver imprevistos como alguém quebrar uma ponte de madeira.

PERIODO DE CHUVAS: OUTUBRO A JUNHO
Conforme vai chovendo mais rotineiramente, o barro satura de água e vira atoleiro. Os rios enchem e alagam trechos da estrada. Você perde a referência e pode errar uma ponte, entrando na correnteza. Quando os ônibus deixam de circular, é porque a coisa está bem feia. É época das aventuras 4×4. A duração da travessia é imprevisível. Há relatos de motos que levaram 7 dias pra fazer os 450Km de barro. Você vai ter que acampar na estrada, e uma opção são as torres da Embratel, cercadas. Respeite o local, para que possa continuar sendo utilizado por todos.

BALSAS:
– CAREIRO DA VÁRZEA para MANAUS: Partidas as 8h, 12h, 16:30h, 20h. Custa 15 reais para motos.
– MANAUS para CAREIRO DA VARZEA: Partidas as 6h, 9:30h, 14h, 18h. Custa 15 reais para motos.
– IGAPÓ-AÇU: funciona 24h por dia, custa 10 reais para motos.

RESUMÃO:
Conforme a informação no site do DNIT, de 03/05/16, esta imagem representa a situação da BR-319 no Amazonas atualmente. De Humaitá para Porto Velho, 200Km de asfalto perfeito, por isso cortei da imagem. Acompanhe sempre o site do DNIT!

http://servicos.dnit.gov.br/condicoes/condicoesdrf.asp?BR=319&Estado=Amazonas&drf=1

Pra quem tem interesse em passar por ela, lembre de:
1- ver o mapa do site www.motoencontros.com , onde mapeei vários pontos de interesse como postos, hotéis, pousadas, balsas, torres da Embratel, etc. Inclusive com coordenadas, para quem gosta poder colocar no GPS.
2- a época seca é o verão amazônico (julho a setembro) onde chove menos. A estrada fica só o poeirão, baixa visibilidade, risco de colisões e quedas.
3- considere que as pontes de madeira estão velhas e caindo. Na dúvida teste antes de passar, ou passe pelos desvios ou por dentro dos rios.
4- LEVE ÁGUA/COMIDA pois se houver algum imprevisto e ficar parado no meio da selva, corre sério risco de desidratação/fome.
5- LEVE GASOLINA! Entre Vila Realidade e Careiro-Castanho são 476Km sem gasolina. Nem sempre está disponível nas fazendas/vilas pelo caminho.

Não conte com a sorte, PREPARE-SE!
.
.
.
br-319-am_20160921
.
dica319

img_8456

img_8457

img_8459

img_8460

img_8462

img_8491

img_8491c

img_8493

img_8496

img_8498

img_8500

img_8509

img_8517

img_20160828_082305274

img_20160828_093108274

img_20160828_094637736

img_20160828_095934454

img_20160828_101728449_burst000_cover_top

img_20160828_110654258_hdr

img_20160828_140448467

img_20160828_150948463

img_20160828_150948469

img_20160828_161700227

Compartilhe!

37 Responses »

  1. Fiz esta viagem recentemente 26/08 ida de Manaus a Humaitá e retornamos 29/08 Humaitá a Manaus. Uma Renault Danster. Na ida levamos 19 horas de viagem. Choveu no trecho do meio, já próximo a Realidade havia um lamaçal, pista escorregadia, mas tudo foi tranquilo…só peça pra não chover….A volta foi uma beleza, tiramos em 12 horas, sem um pingo de chuva. Todos os desvios secos, o pessoal do Dnit trabalhando…é uma aventura. Leve comida, água, combustivel reserva…e boa aventura.

  2. Olá, adorei a postagem… Gostaria de saber se tem alguém interessado em fazer este percurso(Humaitá – Manaus) no final de janeiro ou inicio de Fevereiro de 2017 de MOTO, com todos os cuidados e planejamentos possíveis e de preferência em dois dias.
    Estarei com uma XRE300 2014 e virei dias antes da região Sudeste do país. Estou a procura de interessados para fazer no mínimo uma dupla como foi feito pelo Enio/Bressan… Aguardo contatos! espero…. rsrs

    • Ed, o melhor lugar pra achar parceiro pra isso vai ser no facebook Viagem de Moto America do Sul, ou no zap que criamos para apoio aos viajantes.

      • Bressan, Boa Noite !

        Qual o zap do grupo de interessados na travessia BR319 e BR 230 ?

    • Caro Edirregis, F Abs. Amigo se voce está ainda com o plano de viajar pela Br 319 nos meses acima citados; te informo que por aqui no amazonas havendo fortissimas chuvas. A 319 tem seus aterros baixos, e em muitos lugares, as aguas passa por cima da estrada. Tambem tem a questão dos atoleiros que vc perde a referencia de profundidade…
      Mas caso voce pretenda vir,se prepare muito bem fisicamente, vai trabalhar muito. Farei questão de ir ao porto lhe receber. FAbs, b sorte.

    • Boa tarde!!!
      Vc conseguiu fazer a vimagem?
      Quero ir no início de Dezembro de 2017 e voltar no final de fevereiro de 2018. Saindo de Manaus e voltando do Sul. (Joinville-SC) de moto. Uma Bros 2016.

    • Pessoal vou fazer o caminho Maraba(Pa) até manaus em julho de 2018, busco compania.

  3. E ai ? ninguém interessado em fazer dupla na viagem ? ainda aguardo contatos… rsrs

  4. Partindo Manaus X Porto Velho dia 26 na primeira balsa, indo de 4×4. Se tiver voluntário para acompanhar de carro ou moto tamu junto!

  5. Caro Bressan, sua dicas são autenticas, certamente o motociclista que as ler, sente vontade de viajar. Em Novembro de 2015 estive viajando em uma TéNéRé nessas maravilhosas estras: Br 319 e Br 230. A 319, que muitos a chamam de Fantasma, eu a chamo de O SONHO.Está infiltrado na 319, é sentir-se sonhando. Ela é uma reta plaina entre arvores centenárias. Já a 230, a chamo de a POESIA. Ela é uma poesia declamada com um belo fundo musical, no caso o fundo musical era o roncar da minha maquina nas folhagens verdes e exuberantes da selva.Parabens amigo.

    • É fantástico né? Vamos de novo em 2017! Na Festa do Boto em Igapó-Açu, teremos um encontro de aventureiros lá. 5 e 6 de Agosto 2017.

  6. Penso que de moto Big Trai GS 1200 Adventure seja mais complicado.
    O melhor seria com moto menor, mais leve e mais agil CERTO ????

    • Dimitrios, depende da época. No período seco, QUALQUER MOTO passa! Quando eu cheguei em Manaus, no dia seguinte um irmão de Dyna 1600 foi para Porto Velho. Estávamos no mesmo hotel e passei todas as dicas. Ele foi bem cuidadoso, caiu 1 ou 2 vezes, mas passou. Já no período de atoleiros, até com Pop100 passa trabalho.

  7. Bressan Boa tarde!!!
    Existe algum grupo no Facebook ou de wstssap? Para esses “loucos” como eu que queiram fazer essa viagem? Moro em Manaus e pretendo fazer esse percurso em breve, gostei das suas dicas mas queria mais informações e quem sabe um parceiro que possa está indo na época que eu vou. Grande abraço amigo! E parabéns pela postagem!

  8. Boa tarde amigos.
    Estou a dois anos viajando o país de carro e agora estamos programando nossa ida a região amazonica que iremos nos meses de outubro, novembro e dezembro.
    Sairemos de Santarem de balsa para Manaus depois de uns meses em Manaus queremos seguir para rio branco.
    Precisavamos de ajuda com a questão das chuvas… sairíamos de Manaus meio/final de novembro sentido Acre. Nessa ėpoca a estrada ja fica intransitável?
    Queria dicas.
    Quem quiser me ajudar pode me chamar no facebook e me mandar dicas. Daphine Augustini ( foto da caipira do Castelo Ratimbum).
    Grande abraco

  9. boa noite eu penso fazer uma viaje daqui da venezuela caracas ate o peru cusco somos dois moteros eu em uma yamaha TDM 900 E UMA BMW GS 1200 CUAL SERIA A MELHOR EPOCA PORQUE EU TINHA ENTENDIDO POR OTRAS INFORMACIONES QUE O VERAO COMESAVA A PARTIR DE SETEMBRO E PENSAVA SAIR NOS PRIMEROS DIAS DE OUTUBRO. QUE VOCEIS ME RECOMENDAN

    • Hola Roberto! O verão (estacao seca na amazonia) começa em julho. Melhor data para passar na 319 com pouca chuva é agosto. Setembro é bom também. E sempre com cuidado, sem muita velocidade. Gracias por su contacto!

  10. Parabens Bresan,pela viagem e pelas dicas,que foram as melhores que eu achei em minha pesquisa.Estou querendo fazer esta aventura solo,eu e minha esposa na garupa com uma velha Sahara 350 ano 1992.Voce acha que é possível?Estou preocupado em encontrar pousadas,já que vou com a patroa,gasolina me preocupa também.Claro que tenho que ir na época da seca.Gostaria de saber se é por ai que tem aquele mergulho com o Boto.Abrax.

    • E possível sim, na seca passa qualquer moto. Pousada tem na Vila Realidade, tem aquela no Km 300, e tem também na Vila Igapó-Açú. É em Igapó que tem o boto também.

  11. Olá Sal Silva.
    Também compre uma Sahara para fazer este tipo de viagem, penso que com a minha Vstrom seria muito pesada e com pouco divertimento.
    Em que época você vai e de onde?

  12. Eu e um amigo fizemos a travessia iniciando no dia 18/08/17 saindo de Manaus em uma Tenere 250 e una crosser 150. Viemos bem devagar, tirando bastante fotos e parando bastante nos lugares para conhecer. No primeiro dia rodamos até o km300 e ficamos na pousada terra rica. Estrada muito boa até este ponto. No dia seguinte partimos até Humaitá. Também com estrada boa, porém nesse trecho de quase 400km é preciso bastante atenção. Em quase todos os trechos é possível manter uma média de 60km/h. Em alguns trechos sendo possível manter até 80km/h com bastante segurança. Preferimos pernoitar em Humaitá, e mas daria para ir até porto velho tranquilo, pois a estrada é perfeita, construída pelo exército. Todas as dicas dessa página foram valiosíssimas, adicionando apenas mais um ponto de apoio para almocar, com energia e e água encanada, o restaurante do gaúcho no km500. De resto é ir com calma, não forçar a barra em nenhum momento. No início houveram trechos que tivemos de manter menos de 40km/h de média. Bom, é isso boa travessia a todos que encararem, e estaremos voltando a Manaus pela Br novamente amanha. Abraço e obrigado pelos relatos e dicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *