DICAS PARA A BR-251

DICAS PARA A BR-251
DICAS PARA A BR-251

DICAS PARA A BR-251

Aproveitando antigas rotas existentes, uma rodovia praticamente esquecida e nunca implantada de fato.

HISTÓRIA: https://pt.wikipedia.org/wiki/BR-251 (pouca informação!)
VÍDEO: só acha notícia de acidente nessa BR!

Ligando Cuiabá a Ilhéus, é a única rodovia transversal (BR-2xx) que passa por Brasília. É formada por centenas de trechos soltos antigos, unidos “em escritório” pela idéia de ligar o interior ao litoral. Até hoje está incompleta, alternando trechos asfaltados, terra e apenas planejados no papel.

No MT a estrada parte de Cuiabá, passa pela Chapada dos Guimarães e logo em seguida o asfalto acaba. É desafiante por atravessar algumas áreas bem ermas próximas de terras indígenas. As estradas rurais existentes nem sempre correspondem ao traçado. Faltam pontes e balsas, é bem fácil sair do rumo. Já percorremos o traçado entre Nova Xavantina e Aruanã/GO, na viagem de 2017.

Em Goiás, o traçado entre Faina, Valdelândia e Rubiataba é bem ermo, montanhoso. Em nossa passagem por este trecho agora em 2018, levantamos com moradores locais que é uma rota da época colonial. O outro trecho de terra é entre Vila Propício/GO e Brazlândia/DF, também rural montanhoso e com visual bonito. Feito em 2017 e repetido em 2018.

No DF é toda asfaltada, coincidente com algumas vias distritais. A sigla BR-251 reaparece na rota para Unaí/MG.

Em MG, a partir de Unaí a estrada alterna trechos de terra e asfalto até Grão-Mogol, e asfalto até a divisa com a Bahia, passando por Montes Claros e Salinas. É uma das estradas mais importantes do Norte de Minas, movimentadíssima. Um trecho perigoso de acidentes é o asfaltado entre Montes Claros e o entroncamento com a BR-116, justamente pelo movimento de caminhões, curvas e pista simples.

Na Bahia, a BR-251 também continua sem implantação. Um pequeno trecho asfaltado perto de Ilhéus, e acabou-se.

Condições da Rodovia (DNIT):
Verificar em cada estado por onde você vai passar – http://servicos.dnit.gov.br/condicoes/

Lembre de ver no mapa do site www.motoencontros.com os pontos que já marcamos lá, como postos de gasolina, hospedagens, restaurantes, e outros locais interessantes. Pra quem gosta, tem as coordenadas para você passar para seu GPS.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *